domingo, 4 de dezembro de 2011

Varrendo a casa

Como eu decidi varrer a casa por livre e espontânea vontade, acho que nada mais justo do que varrer somente aquilo que quero, ou seja, varrer somente onde está mais sujo, ou melhor dizendo: "varrer por cima". Já que eu, milagrosamente, fui lá, com enorme esforço, pegar a vassoura, é justo sim que eu varra o que quiser, ninguém me mandou mesmo. Vamos ver, onde está mais sujo? Ah, claro, a cozinha! Ela é sempre a parte mais suja daqui de casa... 
Nossa, nunca tinha reparado como essa cozinha é enorme! E esse móveis são pesadíssimos! Oh, meu Deus, quanta sujeira aqui em baixo! Parece mais um refúgio delas... Será que poeira se comunica? Dã, Luana, claro que não, poeira não é ser vivo; mas aqui está cheio de formigas também! Formiga é ser vivo, disso eu sei. Mas, o que elas estão fazendo aqui, todas juntinhas, deram uma festa? Melhor varrê-las, coitadinhas, não posso matá-las; mas se bem que, de vez em quando, uma delas me morde sem nenhum motivo aparente. Chegou a hora da vingança! Onde está o veneno?
Ufa! Que cozinha enorme! Quase não acabo... mas enfim. Olha como ela ficou limpinha! Tenho que pegar minha câmera para uma foto do antes e do depois. Ah... não acredito... eu não tirei foto do "antes". Mas eu quero uma foto do "antes"! Já sei... só se eu varrer outro cômodo... Mas, e a minha preguiça? Deixa eu refletir... minha mãe sempre varreu a casa para mim e nunca pediu nada em troca, e eu nunca dava sequer um "obrigada". Todos os dias, ela varria não só a cozinha, mas a casa inteira... e eu aqui, com a cozinha limpinha e o resto da casa suja por pura preguiça! Além de varrer outra parte da casa e ajudá-la, eu ainda poderia bater minha foto do "antes". Isso, decidido, varrerei outro cômodo... todavia, qual? Hum... a sala! Isso, com certeza a sala! É lá que as visitas geralmente ficam, elas muitas vezes nem entram para ver o interior da casa. A sala é como a capa de um livro: as pessoas, geralmente, julgam a casa inteira por ela.
OH. MY. GOSH. Essa sala está parecendo maior do que a cozinha! But, tudo bem, eu prometi a mim mesma que varreria a sala. Que espécie de pessoa serei eu se não cumprir com as promessas que me faço? Olha, uma gota de suor! Lembro que minha professora do Fundamental I dizia quando suamos é porque o trabalho que estamos fazendo é duro. Põe duro nisso! Acho que vou colocar um CD... varrer cantando é sempre mais relaxante.
Finalmente, sala limpa! Nem foi tão horrível assim. Cof, cof, cof... mas que tosse idiota é essa? Meu nariz não para de coçar... Ah, claro, já sei! Lembrei que minha mãe disse que sempre tusso quando durmo sem varrer o quarto e, se me lembro bem, ontem não varri aquele bendito quarto antes de dormir. Deixa eu ir ver o estado dele...
Eureca! Esse quarto está horrível, precisando de uma vassoura urgente! Ok, preciso refletir. Eu estou com preguiça e tosse. Se eu não varrer o quarto e ignorar a tosse, minha tosse aumentará. Se eu varrer o quarto e ignorar a preguiça, minha preguiça aumentará. Preguiça não mata ninguém... mas já a tosse! É, é melhor eu varrer esse quarto! Sou muito jovem para morrer.
Aleluia! Até que fim, quarto limpo... Como é bom cumprir com nossas obrigações. Sabe aquela sensação de alívio? Se eu fosse a casa, posso imaginar a minha felicidade tendo um quarto tão limpinho! Eita... mas, espera, essa casa tem três quartos e apenas um está limpo! Se eu, realmente, fosse essa casa, me sentiria sendo vítima de uma injustiça! Como assim um quarto é privilegiado? E os outros? Imagina se eu tivesse três filhos e só desse banho em um? Não, isso não está certo. Se tem uma coisa que eu não sou, é injusta! Agora tenho de limpar os outros quartos! E isso é porque só limparia a cozinha... Está vendo, Luana, onde você se meteu? Ô vida! Mas, espera aí, e os banheiros? 

7 comentários:

  1. Se varre banheiros? Eu sempre os lavei ao invés de varrê-los.
    Gostei do texto! Mas que preguiçosa você Luana, eu varro a casa inteira todos os dias. Quartos, sala, cozinha, varanda e ainda lavo os banheiros.É tudo bem cansativo, mas é aí que você perde umas calorias e ainda reconhece o trabalho de quem faz isso para você todos os dias!

    ResponderExcluir
  2. AUHUAHAUHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA! Adorei! Confabulando sobre varrer ou não varrer a casa, ahaha! Já fiz isso muito! Agora pego a vassoura e já varro tudo, lavo a louça... Não suporto ver a casa desarrumada, me dá piti! (piti aff uahauha) Minha mãe e minha irmã dizem que eu sou maníaca por limpeza. Mas eu não aguento viver na sua sujeira! Eu não gosto de lavar banheiro, mas é só um dia na semana né, os outros é só varrer e passar pano mesmo. (Olha o comentário de Amélia!). Bom, querida! Aceite sua obrigação e varra a casa! Não faz tanto mal assim! Coloque banda Eva e joga a sujeira no lixo!!! Ok, vou embora daqui. chuack

    http://biacentrismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde.
    Desculpe a intromissão, mas venho hoje divulgar meu projeto paralelo de resenhas literárias, sob o título de O Leitor.
    Se puder participar, agradecemos desde já.
    Obrigada pela atenção.
    Pamela

    ResponderExcluir
  4. Olá.Essa é minha primeira visita ao blog.Vi seu link em outro blog e resolvi vir conhecê-lo.Adorei seu blog e já estou lhe seguindo.Seu blog é muito bem organizado e suas postagens muito bem elaboradas.Te convido a conhecer meu blog e segui-lo também.Aguardo sua visitinha!
    Bjs!
    Zilda Mara
    http://www.cacholaliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o texto! (:

    Meus textos estão em falta mesmo, né? :/
    Faz tanto tempo que não tenho mais criatividade e inspiração :(

    Beijos,
    Marcella
    http://diario-de-marcella.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o texto, mas acho que não tenho sua determinação, se fosse pra mim varrer a cozinha varreria só ela kkkk
    Bjus ;*

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito de te ler, obrigada por sua visita ao "Delírio da Bruxa."
    Um beijo
    Denise

    ResponderExcluir