sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

You belong with me.

  
   Eu poderia escrever livros e mais livros de como o seu sorriso me encanta, de como seu olhar me hipnotiza ou de como sua magnífica voz me encanta, mas me recusei a fazer à lista das suas qualidades sabendo que todos o lembram as qualidades que tem. Infinitas delas.
   Todas as cartas de amor que já mandei foram cheias de corações e pintadas com rosa, mas agora as coisas meio que mudaram, eu cresci. A única coisa que continua igual é que a minha vergonha de falar tudo isso que escrevo continua no mesmo lugar, ali, imóvel.
   Com certeza você tem milhares de cartas dessas guardadas, talvez essa seja só mais uma que você recebe anonimamente e nem lê. Mas, eu sempre fui movida pela ideia de que “comigo será diferente”, e eu espero esperançosamente que seja diferente mesmo.
   Você sabe quem sou, eu sempre estou ali, preste só mais um pouco de atenção. Preste mais um pouco de atenção para descobrir o que eu já sei há muito tempo, você pertence a mim. E que tudo isso que escrevi pode ser simplesmente resumido em três palavras: eu amo você.  
 Precisa dizer que é ficção?

O título do post é inspirado na música diva da Taylor Swift. E o motivo para minha pequena ausência: escola, pra variar.

3 comentários:

  1. Querida, obrigada pela visitinha! Fico feliz que tenhas percebido a mensagem! Gosto muito do teu segundo mundo....
    ah, qual é o primeiro?
    bjinhos...
    *.*

    ResponderExcluir
  2. Amor, tem selinho para você em meu blog. Espero mesmo que gostes.

    Encontra-se na página SELINHOS.

    Beijos e ótimo domingo **

    ResponderExcluir